sábado, 24 de dezembro de 2011

É Natal...(?)

É o que andam dizer por aí.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

É por estas que tenho razão de quando penso que tudo está tudo calmo e a correr demasiado bem.
O Karma não perdoa

domingo, 4 de dezembro de 2011

Random Shit

Estou farto de pessoas. Vou me afastar...delas. Elas têm...e estão sempre preparadas para...
Às vezes apetece de me deixar na cama para me ver a....lentamente.
Apetece-me....de tudo e de todos. Estou cansado.
Não...eu sei que não.


quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Isto é como o meu pai agora comunica com as pessoas cá em casa.
É, "originalidade" sempre foi o seu forte.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Aguenta

Tens de aguentar. Só te fará mais forte...só te fará mais forte...

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Preciso

Após tanto tempo, as pessoas conseguem mesmo seguir em frente e esquecer-me de mim. Já o contrário não acontece. Doí, ainda doí. Gostava de ter memória selectiva e poder lembrar-me só daquilo que quero.
Preciso de férias... férias da universidade, das pessoas até de mim eu preciso de férias. Preciso de descanso.

Sonhos

Se os sonhos são a forma do nosso subconsciente nos mostrar aquilo que realmente queremos, fico contente com último que tive.
Obrigado.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Sempre Fui o Lobo Mau da História

Sim 'tou farto. 'Tou farto do teu mau humor, da tua falta de educação, 'tou farto de dramas, 'tou farto, farto, farto e mais farto. Odeio quando pensas que os outros têm de apanhar com o teu mau humor só porque algo te afligiu. 'Tou farto que me exijam de mais de mim, 'tou farto que digam, "Tu és assim, assado ou cozido", 'tou simplesmente farto.
Farto de me culparem de certas situações, não aguento mais, não aguento. Vou explodir, são tantas coisas ao mesmo tempo eu não tenho força para suportar tudo.
Para de inventar um eu que não existe! Para de deturpar acções, para! Para de fazer de mim um monstro que não sou. Tu só vez aquilo que queres e o que te convém.
Parem de culpar os outros, a sério, façam como eu, olhem para vocês própri@s e reflictam, talvez cheguem à conclusão que culpa não é só dos que vos rodeiam, mas que possivelmente comece em vocês.

Repito, sempre fui o Lobo Mau da história e sempre serei.

"Só te sujeitas, porque queres.", dizem...Pois eu não consigo despegar-me das pessoas que conheço há alguns anos, ainda não cheguei a essa fase e espero nunca chegar.

Ps: Thanks a lot, vai ficar registado.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Eles e Elas

Ela anda convencida e antipática de mais. Ele anda um chato do pior. Cada vez me apetece viver a sós com ela. Elas parecem gostar de mim. Eles...eles são esquisitos, e ela não ouve o que lhe digo e quer-se ir embora.
Eu...e eu estou confuso e em baixo.

sábado, 5 de novembro de 2011

Rancor

Consigo achar piada o quanto o meu rancor consegue durar, a sério. São as cenas que ficam pendentes, é isso.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

É isso.

O que mais me continua a afligir e o medo de ser deixado, e o paranóico medo que as pessoas se chateiem comigo. Sei que nada é para sempre e que de um momento para o outro tudo pode acabar. Mas se calhar é disso que de que eu preciso, de ser ainda mais magoado, fragilizado para me tornar finalmente numa pessoa forte, fechada e fria em certos assuntos. Sim, se calhar é disso que eu preciso.

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

...

Era (é?) um dos meus hobbies favoritos, que foi arruinado. Nunca mais tive vontade, nunca mais tive paciência de o fazer. De todas das vezes que fazia algo, era totalmente destruído, nada se aproveitava.
A algo que já estou habituado é não gostares nada do que eu faço, por isso às vezes nem me dou ao trabalho de tos mostrar.
Porque é que queres estar sempre superior a mim? Não toleras que possa ser melhor que tu? Odeio quando sabes uma coisa, eu peço para me explicares e tu fazes um sorrisinho e dizes:
"-Esquece."
Irrita-me tanto.

domingo, 23 de outubro de 2011

Welcome.

Visit me on Deviantart

sábado, 22 de outubro de 2011

Odeio

Se há coisa que eu odeio é mentir, daí eu tentar ao máximo dizer a verdade ou parte dela.
Em assuntos que me dizem respeito, digo-a pura e dura. Quando não quero dizê-la prefiro negar me a tal coisa.
O problema aqui é quando somos forçados a mentir, visto que se disser-mos a verdade iremos prejudicar um amigo ou alguém que nos é próximo e como não queremos que tal coisa aconteça vemos-nos forçados a inventar algo, plausível de preferência.
E pronto, basicamente eu não sei mentir, odeio mentir e por isso, a pessoa a quem estava a tentar impingir uma falácia topou tudo. Agora quem fica mal visto sou eu.
Bem, não há de ser nada.

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

True Fact.

É sempre mais fácil deitar as culpas para cima dos outros.
O que não quer dizer que às vezes não seja verdade.

sábado, 15 de outubro de 2011

Touro

Hoje 'tou fogo, ou seja, sinónimo de super mal-humorado. Há muito que não me sentia assim. Se a vezes que não me identifico com o meu signo, hoje não é umas delas. Ai de quem ouse irritar-me hoje, ai de quem.

Isto é a falta das gotas.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

TPM Masculina

'Tou naqueles momentos do mês.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Querida Yukata:

Ainda serás minha. Argh, porque é que eu não te encomendei logo!


domingo, 2 de outubro de 2011

Quando

Tens quase a certeza que um determinado post do facebook é dirigido a ti. Bem, se a carapuça serve.

sábado, 24 de setembro de 2011

C'est une fete.

Isto agora é divertídissimo, todas as noites sonho que beijo alguém diferente. Que ganharão que sou!É um must!(sintam a ironia).

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Estou...

tão cansado que nem vos passa pela cabeça.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Devia estar a estudar.

Pois devida. Depois não te queixes que chumbas-te.
Mas eu vou passar, vou passar, vou passar.
Vou conseguir, conseguir, conseguir.

domingo, 18 de setembro de 2011

Um buraco agora dava jeito.

Hoje foi daqueles dias dos quais chegamos ao fim e nos damos conta do quanto inúteis foram. Preferia te-lo passado enclausurado em casa, a estudar a matéria para o Damásio, algo de que eu preciso muito. Mas realmente o que me irrita, é que por mais que pense, por mais que dê voltas ao dia, não consigo encontrar a solução, não existe comportamentos que tinham de ser controlados, não existem escolhas que tinham de ser refeitas. Por mais que pense ou reflicta não consigo encontrar nada, não consigo.
Ainda me irrita mais ter sido um dia completamente passivo, parecia que nada estava ao meu alcance, nada podia ser escolhido por mim...
Se calhar fazia me bem afastar deste tipo de ambientes.
Precisava urgentemente de férias para mim, só para mim.

sábado, 17 de setembro de 2011

Estou com vontade de...

...vomitar.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

That's it

Começo a descobrir que já não me dói tanto ouvir verdades, ando mais atento do que se passa à minha volta. Parece que as sapatadas que fui apanhando a longo deste anos serviram para algo e isso deixa me contente. Temos de sofrer para ficar mais fortes, pelo menos no meu caso. Continuarei a ser eu próprio, nunca irei fugir de mim, porque algo que eu também aprendi é que posso crescer continuando a ter a minhas características originais, que alguém as poderá chamar infantilidade ou imaturidade.
Mas, manter-me-ei fiel a mim próprio, porque se não for comigo, com quem serei verdadeiramente?

Li algures que: "A verdade só dói uma vez, a mentira mata aos poucos."

terça-feira, 13 de setembro de 2011

"Basicamente quero que tenhas em conta que:"

"Por mais que queiras o Passado não volta, que o Presente basicamente não existe e ainda tens muito Futuro pela frente. Por isso porquê desistir agora? Continua acreditar, nem que seja um bocadinho do tamanho da cabeça de um alfinete."

sábado, 10 de setembro de 2011

Estou a dizer-te que sim.

Tenho de me libertar ainda mais de ti. Tenho de deixar de te pedir coisas só por comodismo, agora só quando necessário. Não preciso de ti. E não, não te temo mais e consigo olhar-te nos olhos enquanto expeles essa tua raiva com esses teus berros monstruosos. Sim estou te a dizer que consigo, ainda à pouco o fiz.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Ontem fui pela primeira vez à Cinemateca. Foi "engraçoso" ver uma dose de curtas-metragens Tailandesas, se bem que algumas eram demasiado intelectuais para mim (se é que me entendem), mas ainda assim gostei.
Foi bom rever certas pessoas.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

É giro como as pessoas nós conseguem fazer a mesma coisa mais de que uma vez.
Thanks a lot. Não preciso mais de ti. Caguei.

sábado, 3 de setembro de 2011

Algo que provavelmente não deveria estar aqui

Sinto me extremamente desconfortável. E estranhamente agora que penso a última vez que tive uma experiência destas, faz agora quase um ano. Será para me por à prova ao algo do género?
Posso concluir que quando me deparo com situações "práticas" sexuais ou suas derivadas, não me sinto à vontade. É horrível a mixelania de sentimentos que 'tou a sentir agora. Por um lado só deitar tudo cá para fora, por outro quero guardar apenas para mim e reprimir-me.
Bah, sou tão inocente....tão frustrado...tão......

Argh.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Que puta de sonho. Dass, há muito que um não punha assim, a interrogar-me se realmente tinha acontecido ou não, a equivocar-me dos próprios meus actos. Porra prefiro os sonhos gore aos realistas, ao menos assim acordo sem qualquer dúvida de que o que aconteceu foi apenas fruto do meu subconsciente.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Ontem foi daqueles dias em que tudo nos parece querer impedir de fazer algo.
Hoje deparo-me com uma situação não muito boa...
Se calhar não foi só coincidência.

domingo, 21 de agosto de 2011

Eu queria era comSónias =.=

Tenho andado com insónias é chato, muito chato.

Btw, faz boa viagem, volta bem sim?

sábado, 13 de agosto de 2011

Tadaima~

Apesar de já ter voltado no domingo à noite (graças a Deus), só hoje decidi vir cá limpar o pó que se acumulou no blogue durante as três longas semanas que passei fora. Se tivesse que usar um substantivo para classificar as férias diria que foram equilibradas, foi divertido mas também me deu muito em que pensar.

Bem, falando de outras coisas, acho que começo a dar-me um bocadinho mais de valor e à aperceber-me que talvez mereça um poquito mais do que aquilo que quero às vezes. Acho que já não me olho com tanta estranheza ao espelho, começo a aceitar o meu corpo. O medo do escuro parece estar a melhorar, praticamente já não sinto o peso no peito e a pressão nas costas que eram frequentes quando entrava numa divisão escura. Não sei se é por andar mais calmo, mas ao menos assim já consigo lavar os dentes sem estar constantemente olhar para a porta da WC.
Pintei e cortei o cabelo para quem ainda não sabe.

Fiquei triste de ontem não ter aproveitado os transportes serem de borla, podia ter ido finalmente ao porto. Well maybe next year.

Já agora este fim-de-semana vou para St. Cruz, já passaram meses desde a minha última ida lá. Não devo morrer, afinal passei três semanas num monte Alentejano.


E pronto acho que de momento não há mais nada de especial.

Ps: Mudei o header do Piko para o do Asagi. D é uma banda de visual kei muito boa, deviam ouvir a musica que pus aqui no blogue.

sábado, 16 de julho de 2011

Coisas que brilham

Sei que era querido dizer que vou de férias. Sei que também era fofinho dizer para onde e com quem vou. Sei que era super doce dizer que finalmente consegui encontrar o livro que queria.
E também sei que era amoroso dizer quando volto.
Era dócil prometer que vou tentar vir aqui fazer uns posts, durante a estadia, assim que tiver devidamente inspirado e com privacidade suficiente.
Então, pronto 'tá tudo dito meus amores com propinas, cheios de doces e coisinhas cintilantes.

Uma resma de beijos.

Já agora também era agradável eu prometer que vou mudar o tema do blogue.


quarta-feira, 13 de julho de 2011

Paradoxo

O meu corpo diz que sim, mas a minha mente diz que não.
-Qual deles é que está certo?
-Infelizmente, ambos...

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Mascaras, escudos e afins.

As pessoas não mudam assim tão facilmente. A maior parte delas que diz, "Este é o meu verdadeiro eu", mente. Normalmente as que afirmam que mudaram, ou aquelas que sentimos que já não agem da mesma maneira, não mudaram. Na realidade elas apenas criaram um escudo, uma mascara para se protegerem das poeiras exteriores, porque no interior continuam tão ou mais frágeis do que eram. Não, não as censuro, eu próprio, como a maior parte das pessoas, também utilizo uma. Agora, existem é vários tipo de escudos, os ditos saudáveis e os prejudiciais. Considero que o meu não é dos piores, visto que solto um sorriso independentemente dos sentimentos acumulados interiormente.
O ego. É bom mostrar que temos ego, de certo modo dá segurança às outras pessoas, mas em demasia, só mostra uma imagem arrogante e convencida de nós próprios e assim em vez de lhes ser apelativo , só as afasta. Na minha opinião quando se demonstra algo em demasia, é sinal de um enorme desequilíbrio interior. Muitas das vezes eu sou demasiado festivaleiro, exuberante, mostro que possuo grande felicidade, mas é algo que passa despercebido visto
que provoca bom ambiente.
Nós só conseguimos mudar quando aprendemos a matar as partes de nós que nos impedem, de certo modo, de viver, tornando-nos pessoas melhores. Porque as ditas "más" pessoas, são tão ou mais inseguras e frágeis que as "boas" pessoas.

"Não existem boas nem más pessoas, existem apenas...pessoas."


(Sim hoje estou inspirado)

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Próxima Estação: Desistência

Estação terminal, há correspondência com a linha do isolamento, da angustia e outros tantos sentimentos. Pedimos o favor de saírem do comboio.
Não gosto de aguardar por transportes públicos, não gosto.

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Querido Sr.Karma:

Escusa de me atirar areia para os olhos com bens materiais. Bem que me podia por a maior e mais luxuosa casa do mundo ao lado do que eu realmente quero e iria ver que eu nem duas vezes pensava. Por isso reconsiderava em arranjar o portátil à minha mãe (porque de momento eu não quero um novo) e em ajudar-me a ultrapassar esta situação, sim? Vá lá, eu sei que não custa nada!

Com os melhores cumprimentos,

Miguel Artiaga.

Sorry, we are going to close due to technical issues

Sinto que me vou fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar,
fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar,
fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar,
fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar,
fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar,
fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar.

FECHAR-ME. TRANCAR-ME. APRISIONAR-ME.


Fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar,
fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar,
fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar, fechar.

(nunca o copy/paste deu tanto jeito)

terça-feira, 28 de junho de 2011

O Vazio

Vazio, presença do nada, explicação do tudo.
Vazio, dor provocadora de desistência.
Vazio, Vazio, Vazio, Vazio, Vazio, Vazio, Vazio, Vazio, Vazio, Vazio, Vazio, Vazio, Vazio, Vazio.
Tudo e nada em simultâneo.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Mas cheira bem, o álcool

A minha mente é matreira, leva-me a caminhos não muito agradáveis nem benéficos para a minha estabilidade emocional. De certo modo pensar de mais não é mau, ajuda-nos a estar prevenidos para tudo, mas tentar estar dois passos à frente nem sempre é bom, pois falha-se sempre algum degrau que na maior parte das vezes é importante.
Álcool nas mãos desinfecta, mas em demasia faz ferida.
Tenho de aprender a por mais algodão do que álcool. Acho que é isso.

(Adoro tanto as minhas metáforas, sempre tão foleiras coitadas.)

domingo, 26 de junho de 2011

É.

Aposto que me achas-te desinteressante e infantil. É tudo o que tenho a dizer.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Limonada

Porque é que me dão doces e de seguida limões? Esta alternância confunde-me.
Porque não pode ser uma Limonada gentilmente açucarada?

quarta-feira, 22 de junho de 2011

O que é...

...ter um sonho? O que é ter uma ambição? Um Ídolo...
Enfim...

terça-feira, 21 de junho de 2011

No meu peito existe uma gruta. Não, não está vazia, nela está contida um lago. Um lago cuja água tem significado desconhecido. Quando nela penso sinto uma homogeneidade de sentimentos, raiva misturada com serenidade, desistência e magoa.
De tempos em tempos, vejo uma gota a cair das estalactites suspensas no topo da gruta. Ao entrar em contacto com a restante água, faz um barulho confortante mas ao mesmo tempo inquietante. Quando esta cai, parece que é algo que eu alcanço, um objectivo cumprido.
- E desta vez o que alcancei eu? - pergunta o meu alter-ego.
- Alcanças-te a verdade, Miguel.

domingo, 19 de junho de 2011

Às Vezes


Apetecia-me entrar no Tejo e deixar-me flutuar. Ser levado pela sua corrente para um destino desconhecido. Sentir a sua água a passar-me no corpo, dando-me um sensação de liberdade, de serenidade. Sentir que ninguém me julga, esquecer-me do mundo, esquecer-me dos problemas. Aprendendo a aceitar-me, visto que o meu maior critico sou eu.
Obrigado, por ontem.


sábado, 18 de junho de 2011

Vontades

Já alguma vez tiveram vontade de esfaquear alguma coisa?
Ou para vos tentar acalmar pensaram em vocês próprios num estado degradante e macabro?

Eu já. Agora mesmo.

quarta-feira, 15 de junho de 2011

A minha cor...

Hoje perguntaram-me:
"De que cor é a vida?"
E eu respondi:
"Da cor que tu a pintares."
Voltam a questionar-me:
"Então é negra?"
E eu afirmo:
"Talvez. A minha muda de cor."

Depois de reflectir chego à conclusão, que se uma cor à minha vida tivesse de dar seria transparente. Transparente a cor da inocência.

sábado, 11 de junho de 2011

Penso de mais, questiono-me de mais.



Terei sido um bocado seco a responder-te? Não percebo estes meus sentimentos, nem te conheço e falamos (mal) à cerca de 3/4 dias. Tinha logo de acontecer agora, agora que 'tou numa altura crítica em que a preguiça e o aborrecimento não são bem-vindos. Será o karma? Será a minha vida? Serei eu? Ou será um conjunto destas três coisas que me querem por à prova, apenas para eu finalmente conseguir compreender que não sou assim tão fraco?
Falta de auto-estima e insegurança, um dia livrar-me-ei de vocês.
Só precisava de alguém, de alguém que me desse estabilidade...só isso.





sexta-feira, 10 de junho de 2011

Algo me diz

Que esta noite não vai acabar bem.

Mais uma vez...

Vai correr tudo mal e não vou conseguir ter o que quero.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Ok....

Ao que parece não ando a bater bem outra vez...Não me sentia assim há algum tempo. Má disposição, falta de apetite...e isto só acontece quando não estou distraído. Começo a pensar no que não devo, é o que é.
Tem de parar...tem, pois.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Crise existêncial

É normal uma pessoa mudar de ideias, certo? É normal eu querer uma coisa e passado algum tempo querer outra, certo?

terça-feira, 7 de junho de 2011

Miguel, Miguel

Odeio quando o meu corpo me começa a dar sinais cujas interpretações são weird. No que é que eu ando a pensar?

Tempo

Estamos supostamente quase no Verão e hoje tive de usar a minha camisola de lã, que me pica os braços, mas não é por isso que a deixo de usar.
Frio é bom.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

Cartola

Bem acho que toda a gente gosta de ver coelhos a sair da cartola, e no circo a minha parte favorita é a magia. Mas com toda a minha sinceridade, o Passos Coelho estar no governo não é magia mas sim idiotice.

Porque devia estar a dormir

Pois, é simplesmente isso.

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Sim, mudei outra vez

Apeteceu me mudar outra vez a aparência do blogue. Agora está com um header do cantor de j-rock Piko, o meu último vício.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Odeio

Quanto estou com o sentimento de solidão. É de volta e meia sinto que estou sozinho e não tenho ninguém.

Que baka.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Sra. Pata

Peço imensa desculpa te-la assustado a si e ao seu companheiro, mas escusava de mandar vir a sua irmã voar contra mim! Quase que me acertava!

As minhas sinceras desculpas,

Miguel Artiaga


(Baseado em factos reais!)

domingo, 29 de maio de 2011

Emigrar

Estou me sentir que nem merda. Qualquer dia emigro para a sanita.

sábado, 28 de maio de 2011

Afinal sempre consigo acender lâmpadas

É engraçado quando nos dizem algo à cerca de uma situação nossa, e não assim que a vemos. Logo discordamos. Mas ao que parece basta, mais tarde, um simples gesto, uma simples frase, por muito estúpida ou sem importância que seja, para activar o interruptor e... Fazer-se luz. Afinal não foi só Thomas Edison que conseguiu por as lâmpadas a trabalhar.

Maquina do Mundo

Queria agradecer a todos que me foram ver actuar! Espero que tanto os que foram, como aqueles que convidei e não puderam ir, saibam que são especiais para mim. Obrigado por tudo. <3

ps: espero não me ter esquecido de ninguém.

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Estima que eu não tenho

Olá! Voltaste outra vez minha porca! 'Tou farto de te ter por perto, vê se me desapareces de uma vez!
Tenho pena de quem ficar comigo, terá muito que aturar, especialmente a minha não muito grande, demência.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Subconsciente

O meu subconsciente é uma puta! só me faz sonhar e pensar naquilo que não quero. Quer dizer, se o subconsciente diz que quero é porque quero, mas a minha parte consciente diz que não. É lixado...

domingo, 22 de maio de 2011

Estou com uma ligeira sensação

De que estou andar para trás. Bom ou mau? Depende da perspectiva.

Tired


Hoje o dia foi tão cansativo! De manhã (tipo 11 horas) saí de casa com a mommy e fui à procura de tecido verde fluorescente para fazer um fundo para filmar. Foi em vão, visto que o pano que eu encontrei era malha elástica e apenas tinha 1.50m de altura.
Chegamos a casa por volta das 14h, comecei a montar o meu estúdio de filmagem no meu quarto (tive de tirar imensa coisa, inclusive a cama) para filmar a Rita. Passado mais de uma hora, depois da minha ter partido uma lâmpada e de eu ter decid
ido que queria as de cor amarela, lá começamos a filmar. As filmagens correram bem, mas estou com medo que na edição estrague tudo e no final saia uma grande merda. Mas pronto ao menos diverti-me bastante com a Rita!

Aqui fica um foto:







Por favor, ignorem o meu super ar de deslavado aka cabelo hiper oleoso e cara de cu
Btw, o texto deve estar com mais erros que o costume visto que que estou mais para la do que para cá.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Um dia

Todas as pessoas de quem gosto vão seguir em frente e vão me deixar para trás.

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Gosto, mas não me fodam!

Tipo adoro ajudar as pessoas, a sério que adoro é assim que me sinto útil e não peço nada em troca, mas não, mas sejam ingratos nem me respondam mal. Fico fodido, muito mesmo.

domingo, 15 de maio de 2011

O Habitual

Pronto mais uma vez exagerei. As gravações não correram assim tão mal. Dormi foi pouco, mas também já compensei hoje. Estou todo podre.
WTF? agora o blog muda de tema sozinho? onde está o header do Gakupo? Blogue assombrado, só pode!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Cara Vermelha

Qualquer dia fico com a cara toda vermelha, com os estaladões que levo.
Bem, é vida.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Sexta-Feira.

Eu estou extremamente indignado! Quer dizer, vou passar três dias (sexta, sábado e domingo) numa casa sem condições. Fica em Torres Novas numa santa terrinha que nunca ouvi falar. Vou dormir no chão de uma garagem, não vou poder tomar banho, nem fazer necessidades visto que casa de banho há só uma, que para além da janela não ter vidro, dá para o decór onde vamos fazer filmagens. Para não falar que estou num cargo que odeio, porque se aproveitaram de eu não estar na aula ( fui ao dia da defesa nacional) para me mudar de um que eu já não gostava, para um ainda pior. Sim estou revoltado!
Eu estou admirado é de todos os elementos da turma saberem do que lhes espera e eu ser o único que acho que vai tudo correr mal. Que eu sou negativo já eu sei, mas eu estou mesmo a falar e de passar três dias naquela casa...Ai se refilam comigo chega me a mostarda, a ketchup e a maionese TUDO AO NARIZ!

FUUUUUUU.jpg

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Lá está.

Estou triste, nada corre bem ultimamente.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Hoje

Hoje sou uma pessoa mais forte e mais fechada. Descobri que também sou hipocrita e uma grandessíssima merda.
Hoje descobri que sou uma pessoa pior.

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Day 25 — The person I know that is going through the worst of times

Encontraste a tua felicidade, tiveste-a durante algum tempo. Mas decidiram tirar-ta. Mesmo assim não desististe. És uma pessoa forte e determinada. Boa sorte, estarei sempre a apoiar-te.

terça-feira, 26 de abril de 2011

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Lazyness

Primeira semana de férias já passou. Não fiz absolutamente nada do que devia. Trabalhos da Universidade não comecei nem um, papéis do teatro nenhum está decorado e textos/livros de leitura obrigatória não foram lidos ainda ou nem a metade estão. A preguiça é lixada, muito mesmo.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Natas

Acho que começo a aprender a não tanto correr a trás das pessoas. Por um lado é bom, porque já não sou tão submisso, mas por outro lado é mau porque tenho medo de me estar a transformar numa pessoa fria. Sim, ainda me custa um bocado cagar nas pessoas mas tem de ser, estou super farto de dramas.

Voltei a preocupar me com coisas minha que já tinha aprendido a ignorar, nem as vou enumerar porque não vale a pena. Sei que este post não tem muito interesse mas estava a precisar de escrever alguma coisa.

Bye.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Vai estudar Miguel

Ponto da situação:

Tenho três frequências esta semana, uma amanhã, outra quarta e outra quinta. Para a de amanhã ainda não estudei praticamente nada. Mas como eu sou do contra e quando tenho que estudar, apetece me fazer tudo menos o que tenho de fazer, mas também é algo que já me habituei.

Finalmente hoje saíram as notas de produção e afinal passei, felizmente. Tirei 11.5 no teste para o qual eu não estudei nada, por isso minha gente os milagres existem!

Não vejo a hora desta semana acabar, quero férias!

sábado, 2 de abril de 2011

Sim

Já percebi que é que nos últimos tempos tenho ignorado tudo o que realmente penso de mim. Tenho vivido para os outros e não para mim. Apesar de não ser a maneira mais correcta de viver, é assim que me sinto útil. Sinto-me o aquilo que sempre fui, uma merda.

terça-feira, 29 de março de 2011

Se calhar é.

Pois, se calhar sou má pessoa. É, é isso, sou má pessoa.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Foi, pois foi.

Não tenho vindo aqui há imenso tempo, por derivadas coisas que tenho pensado à cerca deste blogue. Acho que precisa de uma mudança. Mas hoje não vim aqui para falar do que quero fazer com isto, porque quando o fizer não vou avisar como é óbvio. Vim aqui para descarregar raiva, e como não é eticamente aceite pela sociedade demonstrar actos de raiva, fico me pela escrita. Em vez de atacar outras pessoas com actos de mau humor.

Ora bem, nunca tivemos uma relação normal, sempre discuti-mos. Sempre nos magoamos. E muitas vezes fizeste-me chorar. O bem feito era aquilo que era feito à tua maneira. Quando tínhamos um certo visitante, parecia haver preferências por este. Sentia-me rebaixado porque via que ele te fazia mais feliz. Mesmo com isto tudo ainda conseguimos ir ao cinema juntos e fazer outras coisas em conjunto. Entretanto cresci, criei os meus próprios ideais e deixei de fazer tudo como tu querias. Desde aí, aquilo que ainda se podia chamar de relação praticamente extinguiu. Não és aquilo que devias ser para mim. Parece que me estás sempre a fazer me pagar por algo que te fiz, e que na verdade não é esse o teu papel. O teu papel é ser-me leal e mostrar me que errei, não pagando na mesma moeda, mas outros métodos.

Hoje deixaste me a mim e a outra pessoa na mão. Meteste-me nojo. Irritaste-me. E daí esta carta dirigida a ti. Apetece-me deixar-te de falar, mas sei que provavelmente isso me passa amanhã e não vou à vante com isto.

Adeus.

domingo, 6 de março de 2011

Bolas de Polvo

Férias do Carnaval. A coordenação do meu curso decidiu dar-nos a segunda-feira! Apesar de serem um bocado forretas já não me queixo, porque é melhor que nada.

Sexta-feira fui ao liceu de Oeiras. Houve uns concertos lá, apesar de algumas musicas não serem do meu agrado deu pelo menos para estar com a Mizuki e com a Hayl que já não via há imenso tempo. Para além disto ainda deu para pela primeira vista visionar um moche no meio do concerto e ficar completamente perplexo ao ver tal acontecimento. Pareciam macacos todos à procura da mesma banana. Para mim aquilo não faz sentido nenhum, mas deu para rir.

Ontem fui à noite japonesa, nos restauradores. Apesar de não haver muitas actividades, adorei o ambiente, por momentos senti-me realmente no Japão. A comida, a música, o “cenário”, japoneses por todo o lado. Finalmente consegui comer as bolas de polvo! Só tive pena de o espaço ser pequeno. Espero que façam mais eventos desta temática!

Agora só falta terça, quando vou usar o kigurumi e fazer figuras a dançar para-para. Ainda tenho umas 3 danças para decorar. Espero conseguir.

Btw, espero que te estejas a divertir em Londres Mariana.